Carnaval: Descansar ou estudar para concursos públicos?

duvida-concurso

Assim como todo ano, o Carnaval está chegando e, com ele, o famoso dilema: devo aproveitar esses dias de folga para descansar ou aproveito esses dias para estudar? Como sempre falamos, tudo dependerá de sua rotina e preparo.

 

Se você é um concurseiro que estuda em tempo integral e está bem adiantado nos estudos, talvez esse seja um momento para aproveitar, se distrair e espairecer a cabeça. Esse tempo de descanso é fundamental para evitar a sobrecarga e evitar o estresse. Além disso, quando voltar à rotina de estudos estará se sentindo muito mais animado.

 

Mas se você tem que conciliar o trabalho com os estudos, deve considerar o seguinte: como está o seu preparo?

 

Em outras palavras, deve verificar se está se sentindo preparado para a prova do concurso, isto é, com as disciplinas todas em dia. Dessa forma, tirar uns dias para viajar ou curtir os amigos pode ser uma boa ideia para aliviar a tensão.

 

Por outro lado, se estiver atrasado diante dos seus concorrentes e com muita matéria para estudar, esses dias longe do trabalho pode ser a oportunidade ideal de colocar os estudos em dia.

 

Tenha em mente que, se optar pelos estudos, evite ficar lamentando ou imaginando que seus amigos estão curtindo a folga, enquanto você está dentro de casa estudando. Lembre-se que você está investindo no seu futuro e poderá curtir com tranquilidade depois que for aprovado.

 

Seja qual for a sua decisão (estudar ou descansar), o importante é se programar. Em seu quadro de estudos, distribua os dias de folga e os dias de estudo de modo que não comprometa nem o seu estudo e nem o seu descanso.car

Caminhos do concurseiro: Mudando de Planos

concurseiro

 

Já existe uma ideia do que teremos de concursos públicos para 2016 e pode ser que o seu cargo pretendido não esteja nessa expectativa, já que nada ainda é confirmado. São dois os caminhos que você poderia tomar e eu gostaria de lhe ajudar a esclarecer as ideias.

 

Caminho 01: continuar a estudar firmemente para seu edital, certo de que os mais bem preparados serão aprovados quando ele for publicado. Esse é o caminho que eu tomaria em seu lugar, com persistência e determinação, que são características inerentes a um concurseiro.

 

Caminho 02: escolher dentre as opções que são possíveis para o ano, mudando toda a rota de seu plano de estudos. Isso pode ser útil, mas perigoso, já que se você pretendia um concurso como o de Analista do TRT, passar a estudar para o da Polícia Rodoviária Federal ou do Banco do Brasil pode representar no mínimo abrir mão de um sonho. Mas na vida temos que fazer escolhas que nem sempre imaginamos.

 

Há, no entanto, uma terceira alternativa, morna. Buscar alternativas dentro de um contexto parecido com o seu propósito, aproveitando ao máximo as disciplinas que você já vinha estudando. Se essa alternativa for possível, só peço para que, quando aprovado, não deixe de estudar para seu sonho.

 

Boa reflexão!

Por Leonardo Pereira

Sorteio de livros para concursos jurídicos

sorteio concursos jurídicos

 

[ RESULTADO DO SORTEIO - 04/02 ]

O ganhador dos dois livros jurídicos foi…

.

.

.

.

.

sorteio-juridicos2

.

.

.

.

sorteio-juridicos

 

Parabéns, José Maria! Entraremos em contato, via e-mail, para solicitar o endereço de entrega. ;)

Se você não ganhou, nada de desanimar! Vem mais sorteio por aí!

 

________________________________________________________________

 

 

 

Depois do sorteio de livros específicos para o concurso do INSS, decidimos fazer uma edição especial para carreira jurídica. São dois livros publicados pelo Grupo Gen, parceiro do IOB Concursos, voltados para concursos jurídicos. A seguir, confira cada um deles.

 

Direito_Administrativo_Facilitado_1

 

Direito Administrativo Facilitado

Envolvendo um dos ramos do Direito mais complexos de sistematização, esta obra apresenta, de forma estimulante, um conteúdo pragmático do Direito Administrativo.

 

Com linguagem acessível, exposição das posições doutrinárias e jurisprudenciais, suporte a diversos gráficos e tabelas, dicas e recursos mnemônicos, além de destaques gráficos que indicam os pontos de mais atenção, o livro facilita o aprendizado para os principais concursos públicos nacionais e regionais. Saiba mais.

 

Sobre os autores

Cyonil Borges

Auditor Fiscal da Receita do Estado do Rio de Janeiro, bacharel em Direito pela FMU/SP e em Ciências Náuticas, especialista em Direito Administrativo, professor em cursos preparatórios para concursos.

 

Adriel Sá

Professor de Direito Administrativo, Administração Pública e Administração Geral em cursos preparatórios. Servidor do Ministério Público da União – área administrativa, formado em Administração, com especialização em Gestão Pública.

 

 

Direito_Constitucional_1

Direito Constitucional

A obra visa a atender os candidatos aos concursos públicos para cargos de níveis técnico e superior. Nosso objetivo é ensinar o fundamental, aquilo que objetivamente será encontrado em questões de múltipla escolha.

 

Complementando a teoria, incluímos exercícios de fixação, em sua maioria questões de concursos públicos, que possibilitam excelente treinamento teórico e prático para enfrentar os certames.

 

Sobre o autor

Sylvio Motta é professor de Direito Constitucional em cursos preparatórios, facilitador e conferencista em inúmeros simpósios e congressos sobre Direito Público. Membro do IBDC, Instituto Brasileiro de Direito Constitucional. Ex-presidente da banca examinadora de Direito Constitucional do Exame da Ordem dos Advogados, seccional do Rio de Janeiro.

 

 

Para participar é simples: basta preencher todos os campos do formulário abaixo, uma ÚNICA VEZ, até o dia 03 de fevereiro. O participante que se inscrever mais de uma vez não participará do sorteio. A divulgação do ganhador será feita na quinta-feira, dia 04, aqui no blog e em nossas redes sociais. Boa sorte!

 

 

 

 

10 Boas razões para o concurseiro (não) sair de férias

razões férias

Ainda estamos em janeiro e, com a proximidade do Carnaval, muita gente tem se perguntado se vale ou não à pena tirar alguns dias de folga. Vou tentar compilar tudo o que tenho visto e lido aqui, de modo a (não) lhe dissuadir a sair de férias.

Não garanto um ponto de vista neutro, mas tentarei lhe divertir um pouco com uma visão pessimista do mundo! Confira:

  1. Se tivermos poucos bons editais em 2016, ou seja, com farta oferta de vagas, todo tempo é fundamental para se dedicar aos estudos, contando que a concorrência será mais acirrada. Afinal estamos falando de Banco do Brasil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Correios e, quem sabe, Receita Federal.
  2. Se você está muito cansado, quase estafado e estressado por conta das poucas oportunidades que 2015 concedeu a você, pense o quanto devem estar seus concorrentes que, além disso, podem não estar em condições financeiras tão favoráveis e que, por isso, SÓ pensam em ser aprovados.
  3. 90% das pessoas que saem de férias, reclamam ter ganhado uns quilos a mais. Se férias engordam, evite-as o quanto puder.
  4. Sempre que voltamos das férias, demoramos um tempo até ganhar velocidade e condicionamento mental para o trabalho e para os estudos. Então é melhor nem perder tempo desacelerando.
  5. A não ser que você decida ficar em casa em suas férias, colocando sua vida em ordem, a decisão por alguns dias fora lhe custará algum dinheiro. E como em 2016 esse artigo será coisa rara, decida por não sair de férias e não gastar esse suado (por alguém) dinheiro. Ele pode ser muito útil na compra de um novo material ou curso.
  6. Sempre temos uma pontinha de “depressão” quando voltamos à nossa rotina, lembrando o tempo todo de como foram maravilhosos aqueles dias na praia, junto com a família…então vem a depressão. Pois é, não está dando pra ficar deprimido não, pois atrapalham as metas. Continue estudando e tudo ficará bem quando você for aprovado.
  7. Já reparou quantas são as crianças que nascem em novembro? Ou seja, 9 meses depois do Carnaval. Está pronto para essa missão maravilhosa (sem piadas aqui, já que é a melhor coisa do mundo)?
  8. Muitas são as pessoas com hábitos etílicos. E em férias, acabam por exercitar esse hábito com mais frequência. E beber queima neurônios. E você não está podendo desperdiçar nem unzinho deles!
  9. Em 10 dias férias, terá sido consumido tempo suficiente para estudar uma boa doutrina de mais ou menos 800 páginas. Sem chance de abrir mão de um tempo desses.
  10. E a culpa das férias? Você lá na praia, na maior onda boa, curtindo a “vibe” de quem já tem um futuro garantido, enquanto alguém está estudando pra tomar seu lugar do Diário Oficial da União

 

Enfim, (não) sair de férias é a melhor pedida para recarregar as energias para um 2016 de grandes conquistas!

Bons estudos, ou melhor, férias (:

 

Por Leonardo Pereira

Diretor Acadêmico do IOB Concursos

 

Atenção! Novo acordo ortográfico já está em vigor no Brasil

reforma ortografica

Desde 1º de janeiro de 2016, qualquer manifestação escrita em língua portuguesa será regida obrigatoriamente pelas novas normas do Acordo Ortográfico. Depois de um período de seis anos de transição, o acordo ortográfico assinado com 7 países de língua portuguesa entrou oficialmente em vigor no Brasil.

 

Assinado em 1990 com outros Estados-Membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) para padronizar as regras ortográficas, o acordo foi ratificado pelo Brasil em 2008 e implementado sem obrigatoriedade em 2009. A previsão inicial era que as regras fossem cobradas oficialmente a partir de 1° de janeiro de 2013, porém, após polêmicas e críticas, o governo adiou a entrada em vigor para este ano.

 

Mesmo que a mudança atinja somente 0,8% do total de palavras usadas no Brasil, é necessário estar atento:

 

Algumas palavras perderam o acento, outras se separaram ou se uniram. Em relação à acentuação, somente os termos paroxítonos (com a tonicidade presente na penúltima sílaba) foram atingidos. De agora em diante, todos os paroxítonos finalizados em -A, -E, -O (pluralizados ou não), -EM e – ENS não serão mais acentuados graficamente.

 

Além disso, as letras K, W e Y, eliminadas pela reforma de 1943, foram reincorporadas e são empregadas nos seguintes casos:

 

1 – Em nomes de origem estrangeira e seus derivados: Kennedy, Darwin, Byron, kennediense, darwinismo, byroniano;

 

2 – Em siglas, símbolos e unidades de medida de uso internacional: KLM, TWA, K (potássio), km (quilômetro), kW (quilowatt);

 

3 – Em palavras estrangeiras de uso corrente no português: kart, kit, kung fu, show, web, playboy, playground.

 

Nós tivemos tempo para nos adaptar às novas normas do Acordo Ortográfico e, agora, mais do que nunca, é importante não errar, principalmente, em provas de concursos públicos e redações.

 

Chegou 2016. E agora? – Por Leonardo Pereira

2016 concursos públicos

Todos na mega expectativa da chegada de 2016 para entender como ficaria o cenário dos concursos públicos, esperando aquela notícia de fim de túnel, caso a chamada para o INSS e o IBGE ainda não tenham sido suficientemente suficientes.

 

Se você é um desses estudantes, que ainda está à espera de uma grande notícia para começar a estudar, tenho uma ótima notícia: não precisa estudar! Parece ácido, quase um sarcasmo. Mas a verdade é que você ainda não está pronto para fazer concurso, ainda mais no cenário de altíssimas disputas como se provou ser o cena dos concursos nos últimos anos.

 

Com ou sem redução de gastos, em maior ou menor volume de vagas sendo oferecidas, seu posicionamento não lhe garantirá boa colocação em nem um concurso. Milagres não existem e as ondas puladas na virada não trarão sua vaga, ainda mais porque no perfil de candidato esperado pela administração pública, não entram expressões como probabilidade, expectativa.

 

Tudo é meta, analisa-se tudo com base em rendimentos e números, com projeções milimétricas. E se lá em cima já é assim, com base na gestão, nas preliminares nas quais você se encontra, o pedido não pode ser outro. Friso que com os 90 ou até 120 dias que estamos vendo entre a publicação do edital até a aplicação da prova de primeira fase, muito provavelmente você não conseguirá cumprir todo o programa sugerido ou, quando muito, o fará sem o devido tempo para as revisões.

 

Sentiu frio na barriga? Boa!!!

Foco no futuro com projeção de presente: estudo determinado e qualificado para quando seu edital for publicado. Só para lhe deixar estimulado: Polícia Federal, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Prefeituras, BACEN, ANTT, Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal e o Ministério da Fazenda são algumas das opções em “banho-maria”. Ou seja, com ou sem otimismo, uma hora tais editais serão publicados, aprovando aqueles que já estejam se preparando há mais tempo.

Como passar no concurso do INSS 2016

concurso do inss 2016

Conforme previsto, recentemente, o edital do concurso do INSS 2016 finalmente foi publicado. Por conta disso, muitos estudantes estão dedicando-se ao máximo para não deixar essa oportunidade passar e, finalmente, ingressar na carreira pública. Pensando nisso, separamos algumas dicas de estudo para o concurso do INSS 2016.

 

1 – Organize-se

Sabemos que, para se preparar para um concurso público, o correto é começar a estudar antes da publicação do edital. Portanto, agora que o edital está disponível você pode se organizar de acordo com o documento.

A boa notícia é que, para quem se preparou com antecedência baseando-se no último edital, está com vantagem, pois não houveram muitas alterações. Veja quais matérias estão no edital que você precisa aprender e dedique-se à elas. Além disso, faça uma revisão de todo o conteúdo para não esquecer nada na hora da prova.

 

2 – Curso Online

Não importa se você está se preparando para o cargo de Técnico do INSS ou Analista do INSS, o IOB Concursos tem o curso certo para você. O curso contempla os principais tópicos de disciplinas como: Português; Redação; Ética; Informática; Administração Financeira e Orçamentária; Administração de Recursos Humanos; Administração de Materiais; Matemática, Raciocínio Lógico; Direito Administrativo; Direito Constitucional e Direito Previdenciário. Consulte o conteúdo programático do curso.

Além disso, também tem o curso Combo INSS – Técnico e Analistaque abrange as disciplinas dos cargos de nível médio e nível superior.

 

3 – Simulados

Faça quantos simulados puder, pois, dessa forma você estará preparado para o dia da prova. Simule também o tempo da prova enquanto resolve as questões, pois, assim, entenderá quanto tempo terá disponível, além de saber qual matéria está mais fresca na sua memória e qual precisa de mais atenção.

O IOB Concursos disponibiliza para você os simulados do INSS, clique aqui e confira alguns.

 

4 – Cespe

A banca organizadora é a Cespe/UnB. Já fizemos um guia com ótimas dicas sobre essa banca, clique aqui e confira!

Vida Nova – Por Leonardo Pereira

ano novo 2016

Estou crendo que vocês seguiram meus conselhos de antes do Natal e aproveitaram os dias de recesso para colocar os projetos em ordem. Vida longa a quem tem sonhos pra viver!!! Mas, de volta ao nosso planejamento, gostaria de sugerir que além do seu plano de estudos regular sugerido pela Orientação de Aprendizagem do IOB Concursos, aquele que aparece em sua área de aluno, pudéssemos pactuar a seguinte rotina em seu tempo destinado aos estudos:

1.       Faça uma breve leitura de suas anotações, todo dia antes de dormir;

2.       Separe um tempo de seu final de semana, meia hora que seja, para religiosamente cumprir uma rotina de provas relacionadas ao seu edital / banca examinadora; Pense no simulado de prova como um fixador de conteúdo, um validador de aprendizados, uma revisão aplicada;

3.       Comece seu dia revisando uma questão que errou na prova do final de semana anterior;

4.       Na sequência, leia um artigo da Constituição Federal relacionado ao seu edital; quando terminar todo o conteúdo relacionado, comece de novo, até que você saiba mais da CF do que ela mesmo.

 

Juntando essas dicas simples com o seu remapeamento intelectual para o sucesso de seus estudos, estou certo que qualquer que seja o seu concurso, Delegado de Polícia Federal, Técnico do INSS, Auditor Fiscal da Receita Federal, Analista do TRE, Magistratura, Analista do TRT, sua aprovação estará mais perto de você. Os melhores vencem… basta você ser um entre os melhores.

O que os concurseiros devem fazer nas férias – Por Leonardo Pereira

férias de concurseiro

Sempre de volta à cena, o tema das férias incomoda muito a quem dela de fato precisa. E incomoda porque mesmo tendo feito muito por nossos propósitos ao longo do ano, não nos sentimos verdadeiramente merecedores dessa pausa, por ainda não termos alcançado nosso objetivo maior: a aprovação.

Se esse é seu dilema, saiba que você está certo em tê-lo. Sua responsabilidade e seu propósito estão falando mais alto que qualquer outro argumento. Mas se você interpretar a pausa como um momento de aprimoramento, talvez ela não lhe pese tanto.

Explico: se seu edital está publicado, nem estou avaliando a possibilidade de você sair de férias, porque você não vai. Quando muito esse ano irá participar do almoço de Natal e ouvir dizer que os fogos no Rio foram lindos… S Ó   I S S O   M E S M O !!!!

 

Mas se o seu não estiver publicado, pense nas férias como um momento para:

- reprogramar seus estudos;

- fazer uma análise do que poderia ter sido melhor esse ano;

- encontrando falhas no seu planejamento, corrigi-las para ter um resultado melhor em 2016;

- oxigenar a cabeça com novas ideias, novos livros, novas músicas, novas paisagens;

- tomar pique para mais um ciclo de estudos;

- renovar seus sonhos (eu adoro escrevê-los em um papel);

 

E claro, descansar tudo o que der!!!!! Dormir um bocado e se possível, mandar um bom banho de cachoeira.

Se for parar mais de 10 dias, ai eu recomendo, só recomendo, ler alguns artigos da CF…só aqueles que lhe servem!!!

Boas férias meus caros estudantes!!!!

Sorteio de livros para o concurso do INSS

iob_posts_livros_inss

 

[ RESULTADO DO SORTEIO - 12/01 ]

O ganhador dos três livros para o concurso do INSS foi…

.

.

.

.

.

sorteio-inss-2

.

.

.

.

sorteio-inss-1

 

Parabéns, Israel! Entraremos em contato, via e-mail, para solicitar o endereço de entrega. ;)

Se você não ganhou, nada de desanimar! Vem mais sorteio por aí!

 

 

________________________________________________________________

 

 

Com a iminente publicação do edital para o concurso do INSS, decidimos sortear três livros que vão auxiliar nos estudos da disciplina de Direito Previdenciário, que representa, em média, 65% da prova para Técnico do INSS.

 

Aproveite para conhecer os cursos preparatórios para o INSS do IOB Concursos!

 

 

S_rie_Provas_e_Concursos_-_Direito_Previdenci_rio_1

Série Provas e Concursos: Direito Previdenciário

“A Série Provas e Concursos contempla obras escritas por autores especialistas e é destinada a todos os que estudam para provas de concursos públicos. Aliando a teoria com a prática, esta Série ajuda a preparar o leitor na medida exata de suas necessidades, uma vez que todo o conteúdo é elaborado a partir dos editais de concursos.”Saiba mais.

 

Sobre o autor

Eduardo Tanaka é um gigante nesta matéria. Com a competência própria dos maiores mestres, levando o leitor a conhecer os meandros dos diversos temas que permeiam a compreensão macro do direito previdenciário. Formado em Direito pela USP, Tanaka é Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Professor de Direito Previdenciário, Tributário, Constitucional e Administrativo.

 

 

Curso_de_Direito_Previdenci_rio

Curso de Direito Previdenciário

“O tema é apresentado de forma clara e didática, com linguagem simples e acessível. Os assuntos são abordados de modo objetivo, com inúmeras tabelas e quadros comparativos que facilitam o entendimento e a memorização. Ao final de cada capítulo, o leitor encontra diversas questões de concursos anteriores, tendo a oportunidade de testar os conhecimentos adquiridos na leitura e conhecer a forma como os temas são abordados pelas principais bancas examinadoras do País.” Saiba Mais.

 

Sobre os autores

Ítalo Romano Eduardo é Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil e anteriormente ocupava o cargo de Analista de Controle Externo do Tribunal de Contas do Estado da Bahia. Formado em Engenharia Química, pela Universidade Federal da Bahia – UFBA, possui pós-graduação na área de Administração Pública.

Jeane Tavares Aragão Eduardo é Auditora Fiscal da Receita Federal do Brasil. Em 1997, foi aprovada em 1º lugar no concurso de Técnico de Controle Externo do Tribunal de Contas do Estado da Bahia.

 

direito-previdenciario-em-questoes-cespe-210x315

Direito Previdenciário – Questões Comentadas CESPE (Lançamento!)

“O objetivo desse livro é a preparação direcionada para os mais diversos concursos organizados pela banca examinadora CESPE, relativamente ao conhecimento do Direito Previdenciário. No livro, o candidato irá encontrar mais de 200 questões elaboradas pela referida banca, comentadas assertiva por assertiva e separadas por temas específicos da matéria previdenciária”. Saiba mais.

 

Obra atualizada conforme:

- LC 150/2015: Nova lei dos empregados domésticos

- Lei 13.189/2015: Institui o Programa de Proteção ao Emprego

- Lei 13.183/2015: Altera regras do fator previdenciário

- Lei 13.161/2015: Desoneração da folha

- Lei 13.146/20015: Estatuto da pessoa com deficiência

- Lei 13.135/2015: Minirreforma da Previdência

- Lei 13.134/2015: Altera regras do seguro-desemprego/defeso

- MP 680/2015: Altera os artigos 22 e 28 da Lei 8.212/1991

 

Sobre a autora

Adriana Menezes é graduada em Ciências Econômicas e em Direito, com Pós-graduação em Engenharia Econômica e em Direito Público. Atua como Procuradora Federal da Advocacia Geral da União, além de lecionar as disciplinas de Direito Tributário, Previdenciário e Finanças Públicas.

 

 

Para participar, basta preencher todos os campos do formulário abaixo, uma ÚNICA VEZ, até o dia 11 de janeiro de 2016. A divulgação do ganhador será feita na terça-feira, dia 12, aqui no blog e nas nossas redes sociais. Boa sorte!

 

 

 

[ATUALIZAÇÃO!]

O edital para o concurso do INSS foi publicado no dia 23/12, com 950 vagas, sendo 800 para o cargo de Técnico do INSS e 150 para Analista. Não perca mais tempo e comece a sua preparação! O concurso será muito disputado e você precisa estar muito bem preparado para alcançar o seu sonho. Pensando nisso, preparamos um curso, gravado exclusivamente para o concurso do INSS, com questões de Direito Previdenciário da banca CESPE resolvidas pelo admirável professor Omar Chamon.