Elaborar uma redação bem feita e adequada aos temas propostos é um diferencial e ao mesmo tempo um desafio para quem costuma prestar concursos públicos. Além disso, o candidato deve apresentar um texto interessante com bons argumentos e bom domínio das peculiaridades do assunto proposto pela banca examinadora. Entre os concursos que incluíram a etapa de prova discursiva estão o concurso do Tribunal de Justiça – SC, concurso do Depen, concurso do TJDFT e o concurso do TRT 16ª Região.

Para quem realizou inscrição para uma dessas seleções e pretende se sair bem na avaliação dissertativa, é fundamental praticar, dominar as regras da língua portuguesa e saber redigir um texto objetivo e conciso. Para isso, o IOB Concursos selecionou 8 dicas essenciais para realizar uma ótima redação de concurso público. Confira:

1.Domine a gramática
Inicialmente, o candidato deve dominar as principais regras gramaticais, como concordância verbal e nominal, regência, conjunções, crase e pontuação. Consultar um livro de gramática para se aprofundar nessas regras e escrever sobre diversos temas são ótimas formas de estudo para fixar as informações.

2.Atente-se ao formato do texto
É importante estar atento ao formato de texto pedido no enunciado da prova. Os tipos que mais aparecem são os textos dissertativos expositivos e os textos dissertativos argumentativos, que tratam de assuntos de áreas específicas do concurso.

3.Leia para escrever
Uma coisa é certa: quem não lê, não escreve. Por meio da leitura, o candidato adquire um vocabulário mais rico, absorve conhecimento sobre diversos temas, dados, pesquisas, além de ser capaz de analisar e formar sua opinião.

4.Seja conciso
A redação deve ser enxuta com frases objetivas, pois assim, fica mais fácil de ler, além de contar pontos na correção. Evite repetir palavras como “que”, “onde” e “mas”, substitua por sinônimos e não repita as mesmas ideias. Uma ótima forma de praticar é fazendo redações de provas anteriores do concurso que você prestará.

5. Use argumentos
Use argumentos fundamentados em sua redação e evite as generalizações como por exemplo, “A educação brasileira é precária”. Use dados de pesquisas, nomes de autores e bibliografia de sua área que comprovem essa informação. O seu texto deve provocar o senso crítico e os clichês tornam a redação desinteressante.

6. Use os termos conectores
Como citado acima, uma boa redação deve conter argumentos e eles devem estar ligados entre si. Use os termos conectores como “porém”, “portanto”, “ou seja” e “embora”, pois amarram as ideias da redação.

7. Modere nas afirmações
Evite afirmações como “sempre” e “nunca”. Tenha cautela ao argumentar um aspecto do tema e evite o discurso inflamado típico das redes sociais.

8. Desfecho
Por fim, a redação deve ter um bom desfecho com uma solução para o problema, de forma a provocar uma reflexão ao leitor.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *