Muitas pessoas procuram a carreira pública em busca de estabilidade profissional, bons salários e benefícios que esses cargos oferecem. Pensar em começar na carreira pública é o primeiro passo para mudar sua carreira profissional.

Porém, de nada adiantará ir se inscrevendo em qualquer concurso que aparecer na sua frente. É necessário realizar um planejamento antes, sem contar com o período de estudos. Sem essas medidas você corre o risco de estar se dedicando para um cargo que não tem nada a ver com seu perfil e estará só perdendo tempo. Por isso, antes de ingressar no mundo dos concursos, pense nesses pontos:

1 – Carreira Pública
Em primeiro lugar, você tem que gostar e querer a carreira pública. Verifique as diferenças entre a carreira pública e a privada, principalmente no que diz respeito ao crescimento da carreira e oferta de desafios. Defina que tipo de carreira vai te deixar mais motivado. Levante os pontos positivos e negativos de cada um e coloque na balança. Se optar pela carreira pública, comece o planejamento.

2 – Escolha
Depois de pensar no primeiro ponto, é preciso entender qual esfera você quer atuar: Município, Estado ou União?

Geralmente, os concursos federais são os mais concorridos, pois oferecem os melhores salários e benefícios, assim como aposentadoria integral. Os cargos municipais possuem salários menos atraentes, porém, são menos concorridos por terem uma procura menor. Já os concursos estaduais servem como um meio termo.

Também deve-se levar em consideração a mobilidade, pois os concursos podem significar mudar de cidade ou, até mesmo, de estado. Os concursos federais possuem mais campos para possíveis transferências e mudanças de domicílio. Já os estaduais e municipais se restringem apenas à sua jurisdição.

3 – Áreas de Atuação
Existem muitas áreas de atuação com diferentes níveis de escolaridade, como Bancária, Policial, Fiscal, Administrativa, Tribunais e Especiais. Verifique o que cada uma faz e se adequa ao seu perfil. A escolha é muito importante, pois permite que seus estudos sejam mais focados, além disso os grupos de disciplinas exigidas obedecem a esta lógica de divisão.

4 – Nunca espere o edital
Depois de escolher onde quer atuar e quais são as disciplinas que deve estudar, já pode começar a se preparar. Não é aconselhável esperar a publicação do edital para começar os estudos, pois, geralmente, o prazo é muito curto e não será o suficiente para estudar de forma concreta.

A melhor forma de estudar é realizar simulados das provas anteriores do concurso e analisar o edital anterior. Geralmente as bancas organizadoras mantém as mesmas matérias e assuntos.

5 – Plano de estudos
A aprovação não acontece como um passe de mágica. Os candidatos se dedicam meses de estudo para se preparar para a prova. Tenha um plano de estudo.

Se você precisa trabalhar, tente conciliar as duas coisas. Os cursos online do IOB Concursos são a distância, ou seja, você pode estudar em qualquer lugar e a qualquer hora. Isso permite que seus estudos se adequem às suas necessidades. Nós ainda criamos um plano de estudos pronto para você começar os estudos já!

6 – Títulos
Seu nível de escolaridade e sua área de formação também devem ser considerados na hora da escolha. Pós-graduação, Mestrados e Doutorados contam valiosos pontos nas seleções que têm prova de títulos. Verifique em quais cargos públicos você se enquadra segundo estes aspectos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *