Sabemos que o sono é um fator importantíssimo, afinal, é enquanto estamos dormindo que nosso corpo descansa e o cérebro consegue assimilar as informações que estudamos durante um dia.

Para reforçar ainda mais as noites bem dormidas, um estudo publicado recentemente na revista científica Nature afirma que podemos memorizar informações enquanto dormimos.

O estudo contou com a participação da pesquisadora Anat Arzi, seus colegas da Weizmann Institute of Science in Rehovot, em Israel, e com dados de 55 voluntários que associavam odores e sons enquanto dormiam. Arzi expôs várias vezes certos cheiros, tanto bons quanto ruins e tocava um som específico para acompanhar cada um.

A conclusão foi que, durante o sono, voluntários passaram a respirar mais fundo (ou fungar) quando ouviam um som associado a um cheiro agradável, e inspiravam fracamente em resposta a um som associado a um odor ruim.

Não é só isso, o estudo mostrou também que a reação continuava mesmo depois de acordados. Eles podiam inspirar forte ou fracamente ao ouvir o som correspondente, mesmo se não houvesse odor nenhum. O detalhe é que os participantes não tinham consciência nenhuma de que haviam aprendido essa relação.

O processo funcionou independentemente da etapa do sono em que foi feito, mas as respostas foram um pouco mais acentuadas nos casos em que isso havia sido feito durante o estágio REM (Rapid Eye Movement, ou “movimento rápido dos olhos”, fase em que ocorrem os sonhos mais vívidos).

A pesquisadora disse que acredita que somos capazes de aprender informações mais complexas enquanto dormimos. “Mas isso não significa que você vai poder colocar seu dever de casa debaixo do travesseiro e saber tudo de manhã”, adverte. “Haverá limites claros sobre o que podemos aprender enquanto dormimos, mas eu acredito que ele vai além daquilo que demonstramos no estudo”, conta.

Agora, a ideia é investigar os mecanismos cerebrais e o tipo de aprendizagem envolvidos em outros estados de consciência alterada, como o estado vegetativo e coma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *