pos-graduação

Quem nunca inventou uma dor de cabeça ou de barriga para não ir à escola quando criança? Quando me lembro disso, sempre me lembro também dos meus pais me explicando que desde pequena eu devia ir à escola, e estudar, para chegar a uma faculdade e depois, então, conseguir um bom emprego.

 

É quase o mesmo discurso que eu uso hoje com minha filha: você pode ser o que você quiser, mas precisa estudar muito, para ser a melhor no que quiser ser. Mas não enfatizo mais o lance de “fazer uma boa faculdade”. E não é porque isso não é importante mais. Pelo contrário: fazer uma faculdade, hoje em dia, não é mais suficiente. Os bons empregos, hoje em dia, dão preferência a quem tem um plus além do diploma da faculdade. E é aí que entra a pós-graduação.

 

Sim. O mercado de trabalho está cada dia mais competitivo, em todas as áreas. E o investimento em estudo é importantíssimo, ao lado de domínio de outros idiomas, competências comportamentais, bom networking, etc.

 

Certo. Mas como escolher um curso de pós-graduação?

Primeiro, é importante saber que uma pós-graduação pode seguir dois caminhos: a especialização lato senso, que aperfeiçoa os aspectos de uma área específica, ou o MBA (Master Business Administration), que é mais voltado à área de gestão empresarial e negócios.

Em ambos os casos, o profissional que finaliza o curso se torna um especialista, pois os conhecimentos adquiridos na graduação serão muito aprofundados, enfatizando os aspectos práticos. Aprende-se a aplicar o conteúdo teórico da graduação e a ter uma visão mais próxima do cotidiano da área.

 

Em geral, os cursos de pós duram de 12 a 24 meses, e um requisito essencial é ter conhecimento de inglês, ao menos em nível básico. E não existe um timing específico para realizar a pós-graduação. Isto porque estamos na Era do Conhecimento. Não é mais possível ficar parado no tempo, em relação as estudos. A atualização constante é um requisito essencial tanto para a aquisição de uma boa posição profissional quanto para a manutenção da empregabilidade. Então, pode-se afirmar que o momento certo para fazer a pós é agora, independentemente de em que momento da sua vida você está.

 

Outro ponto importante e que pode ser considerado um bom motivo para fazer uma pós é que o curso efetivamente fará aumentar a sua rede de contatos. Em geral, alunos de pós-graduação jã estão ou já passaram no mercado de trabalho, e, portanto, conhecem pessoas e empresas. Abrir portas é sempre importante, e este é um ótimo caminho!

 

Por último, mas não menos importante: antes de iniciar o curso, informe-se sobre a instituição escolhida, a programação do curso, a existência ou não de avaliação para ingresso e o corpo docente.

 

Clique aqui e veja quais são os cursos de pós-graduação ideal para você.

E, no mais, bons estudos!

 

Luciana Pimenta. Mãe em tempo integral. Coordenadora Pedagógica no IOB Concursos em horário comercial. Advogada quando necessário. Autora, revisora e diagramadora quando sobra tempo. E ainda caminhando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *